quarta-feira, 21 de maio de 2008

O Pequeno Johnny - Feliz Aniversário

Regresso ao Eldorado - Edição nº 16

Quem é que faz aninhos hoje, quem é?
Quem é o bebézinho?
Bilu, bilu, bilu!!
Parabéns a mim, nesta data querida...

Tretas!
A verdade é que estou um ano mais velho e neste momento tenho praticamente a mesma idade que um fóssil de dinossauro. Há dobradiças do meu corpo que rangem tanto à noite, que o padre já foi formalmente convidado a ir lá a casa exorcizar os maus espíritos.
Caruncho não tenho, porque sou lavadinho.

Nasci no século passado e tenho colegas com idade para serem meus filhos. Mas ainda bem que não são ou teria de distribuir um par de galhetas bem aviadas.
Pois é, ainda sou do tempo em que se dizia galhetas.
E lambadas, lamparinas e outras preciosidades hoje catalogadas como tortura medieval.
Porque hoje é rigorosamente proibido levantar a mão.
O ser humano está mais educado e o mais que faz é ficar agarrado a um telemóvel, com uma professora na outra extremidade e berrar frases inspiradas nas novelas da TVI.
Adiante.

Nem sempre fui assim tão velho.
Na foto aqui embaixo, eu estaria a fazer uns 10 anos e era imensamente feliz, até porque não tinha de fazer a barba quase todos os dias. Ou comprar o selo do imposto automóvel que agora já não é selo mas em matéria de inutilidade continua a sê-lo.
Avança, JP. Avança.
info: João Paulo Cardoso nasceu a 21 de Maio de 1971, às 23h30 de uma sexta-feira, em casa dos avós maternos, no Pinhal Novo.Pesava 3kg e 700 e era muito branquinho com olhos azulados e o cabelo era castanho claro. A primeira palavra foi "mã". A última frase proferida há pouco foi "agora não posso, estou a escrever umas porcarias na net".

Deixem-me apresentar o pessoal da fotografia:
À esquerda está a minha mãe. De fatinho de treino azul, claro, porque ter cinco putos em casa é desporto de elite.

A seguir, ostentando uma extraordinária carapinha está o meu irmão que também faz anos em breve. Teria uns três aninhos e, na foto, admira o irmão a imitar um tornado.

Segue-se a Edite, uma miúda lá das redondezas cujos marmelitos, na adolescência, foram bem espremidos por quase todos os que estão na fotografia.
Estou a brincar! A minha mãe não se mostrou interessada por aí além.

O casal abraçado? São os tios Cristina e John Rambo.
Afonso, queria eu dizer.
Ela era doce como os figos do Algarve onde hoje vive e ele sempre foi encalorado, em todos os sentidos. Mas, personalidades à parte, dá para ver que em 1981 já fazia um calor do caraças em Maio.

Seguem-se duas pessoas que aproveitaram uma promoção de camisas de flanela aos quadrados:
À esquerda, a morder o lábio inferior, o primo José Eduardo que, mais tarde, veio a ser meu instrutor de condução; sr. guarda, a culpa é dele.
E depois o Nelson, que vem a ser o tipo que tem a paciência de há mais tempo fingir que é meu amigo, e isto porque é inconcebível haver alguém que seja meu amigo de facto, porque se houver, com esse handicap, é pessoa para eu trazer desconfiado ao canto do olho.

Ah, e no centro das atenções, e da objectiva apontada pelo meu querido pai, lá estou eu, pronto para soprar de vez, mais 12 meses de vida, e isto no meio de Sumóis, Jóis, vinho do Porto, bolos e metades de sandes de queijo e de fiambre.
E há, claro, a bela da televisão a preto e branco, quando computadores, internet e telemóveis nem ficção científica eram.

37 anos depois, sei que desta vez ninguém vai tirar fotografias em tronco nu.
E é pena porque a Soraia Chaves foi convidada.

Sexta-feira há nova viagem na máquina do tempo.
Venha comigo assassinar saudades

20 comentários:

a casa da mariquinhas disse...

Passei aqui por acaso, e com que me deparo? Um aniversariante!
Pensei cá com os meus botões: não podes fingir que não viste. Tens que dar os parabéns! Adoro cantar os parabéns.
Portanto, parabéns, que conte muitos, etc., etc.,etc...- o que é habitual dizer-se.
Aproveito para dizer que gostei do texto. Acho que vou voltar, sem ser só de passagem.
Beijos
Mariazita

Patrícia disse...

eh pá! parabéns...
Deus sabe que só faltei à festa porque o meu convite não referia que as camisas eram opcionais... bem para o ano já não me enganam!

ana v. disse...

Parabéns, JP!!!!
A Soraia pediu-me para te dizer que está um bocadinho atrasada para a cena das velas no bolo, e sugere que acendas as que sobrarem à volta de uma banheira de espuma (pode ser de cerveja, ela não gosta de Jóis nem de Sumóis, a esquisitinha...) que ela já la vai ter em tronco nu. Se fizeres muita questão, diz que também pode tirar o resto. Tudo menos as botas da tropa, é um fétiche lá dela...
E pronto, era só isto.
beijos e boas comemorações

NullFame disse...

Muitos parabens!

nf

MariaV disse...

Parabéns JP! Muitos parabéns, apesar de entregues com um dia de atraso, mas eu sou perita em dar parabéns no dia seguinte!
Acho que ainda não tinha vindo ao Novo Eldorado, mas vou voltar muitas vezes.
Bjs

cata disse...

As roupas dizem muito da época. E as cabeleiras dos Europe também!
Parabéns, espero que tenhas tido um bom bolo de aniversário...

Nelson

FL disse...

Parabéns atrasados!
Beijo

João Paulo Cardoso disse...

Mariazita:

Ora seja muito bem-vinda a este baú cheio de piadolas fáceis e memórias difíceis de extrair de uma massa cinzenta cada vez mais descompensada.

Apareça sempre que quiser e traga amigos nostálgicos consigo.

Beijos.

João Paulo Cardoso disse...

Patrícia:

Se os deuses estiverem connosco, cá estaremos todos para o ano de camisas aos quadrados, em tronco nu ou até de cabeça para baixo, pendurados num trapézio.

O importante é que haja bolos cá em baixo.

Beijos.

João Paulo Cardoso disse...

Continuo na banheira à espera da Soraia Chaves mas já está tudo tão engelhado que não terá grande serventia...

Lá teremos que ficar a brincar com o patinho de borracha.

Beijos:)

João Paulo Cardoso disse...

Null Fame:

Muito obrigado.

Longe vão os tempos de brincadeiras na velha fazenda, hein?

Um abraço.

João Paulo Cardoso disse...

Mariav:

Parabéns entregues.

O novo blogue lá começa a ganhar mais notoriedade e penso que vais gostar da nova tasquinha estilo retro.

Beijos.

João Paulo Cardoso disse...

Nelson:

O bolo não era grande coisa, mas não ficou nada para amostra, porque a malta adora comer bolos de aniversário.

E há sempre alguém que, com ar meio lunático, meio guloso, pergunta se os ornamentos também se comem.
Por mim podem comer até a caixa.
O ambiente agradece.

Um abraço.

P.S: Espero que os próximos dias sejam de plena regeneração.
Regeneremos, então!

João Paulo Cardoso disse...

Flora:

Para a próxima exijo correio azul e camisola amarela para chegares em primeiro lugar!

E eu que julgava que eras a minha fã nº 1...

Beijos, mas...

Buáááá!!!

Quem disser que esta resposta é um bocadinho rabicha leva um pontapé no... rabicho.
Só nasci há dois dias... é natural que chore por tudo e por nada.
Se calhar com dois dias já resolviam equações, não?

Huckleberry Friend disse...

Atrasadíssimos, mas sinceros: PARABÉNS, caro JP! Pelo aniversário, pela viçosidade do novo blogue (tão patente na entrada que assinala a efeméride) e por ainda estares - suponho - com a Soraia a tentar resolver o cubo de Rubik. Abraços!

N.M disse...

Já sei que venho atrasado e sei que não tenho desculpas, mas aproveito para dizer...PARABÉNS!!!!

Mad disse...

E pronto, cá venho eu, mais atrasada ainda, dar-te uma beijoca virtual de parabéns! Eu sei que não sou a Soraia, mas prontos...

João Paulo Cardoso disse...

Huckleberry Friend:
Como se pode ver pela fotografia, a Soraia Chaves partiu o cubo de Rubik e por isso vai ter que levar tau-tau no rabinho, a marota.

Um abraço.

João Paulo Cardoso disse...

n.m:
Como castigo de teres sido um dos últimos fico à espera de uma embalagem de D. Rodrigos.

Eu depois aviso onde moro, nham, nham!

Um abraço.

João Paulo Cardoso disse...

Mad:
E do Brasil eu vou querer a Grazi Massafera e...
Epa! Não pode, sou comprometido.

Então pode ser uma daquelas belas peças de artesanato made in Brasil.
Mas assim voltamos à Grazi Massafera... complicado...

Beijos.